NOVA XAVANTINA

Enfermeira é encontrada morta dentro de casa e filho é preso suspeito do crime

COMPARTILHE

Midia News 
ARAGUAIA NOTÍCIA 

A enfermeira do Hospital Municipal de Cuiabá, Fabiana Maria Amado da Silva, de 39 anos, foi encontrada morta dentro de casa na madrugada desta segunda-feira (1º), no Bairro Parque Paiaguás em Várzea Grande. O filho dela, um rapaz de 19 anos, foi preso suspeito de ter cometido o crime. 

Conforme o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender a uma tentativa de suicídio. Ao chegar lá, no entanto, encontraram o rapaz bastante alterado, não sendo possível identificar de cara o que havia acontecido.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado e constatou a morte da vítima. A Politec (Perícia Oficial de Identificação Técnica) esteve no local e realizou os procedimentos de perícia. O corpo passará por exames de necropsia que apontarão a causa da morte. 

Como apresentou resistência, o filho da vítima precisou ser algemado ao ser encaminhado para a delegacia. Vizinhos relataram terem ouvidos “gritos de socorro” vindos da casa da vítima, mas preferiram não intervir. No trajeto até a delegacia, o suspeito manteve o estado de alteração, xingando e alterando a voz com policiais. A Delegacia de Homicídios e Proteção à pessoa está a frente do caso, registrado como homicídio doloso. 

Carreira na área da saúde 

Fabiana era enfermeira desde 2015 e começou sua carreira na saúde como técnica de enfermagem, em 2007. Ela trabalhou no Hospital Regional de Alta Floresta, Hospital Metropolitano e o Centro de Testagem de Covid-19, em Cuiabá. 

Seu último emprego foi no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), onde trabalhava desde dezembro de 2019. Ela atuava como enfermeira no período diurno e cursava o quinto semestre do curso de odontologia. 

O Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren-MT) lamentou a morte da profissional em nota. “Neste momento de tristeza, o Coren-MT presta as suas condolências aos familiares e amigos de Fabiana”, diz trecho. 

A prefeitura de Cuiabá também lamentou a morte por meio de nota. 

Paulo Rós, diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, destaca que Fabiana era uma funcionária exemplar. “Ótima funcionária, extremamente dedicada ao trabalho, vai deixar um vazio muito grande. Que Deus conforte à família e amigos”, disse.

Fonte: Araguaia Noticia

Comente abaixo:

COMPARTILHE

FAMOSOS

Últimas Notícias