NOVA XAVANTINA

Instagram vai mostrar ainda mais posts de quem você não segue

COMPARTILHE

Instagram terá mudanças no feed
Unsplash/Kate Torline

Instagram terá mudanças no feed

O Instagram e o Facebook vão mostrar ainda mais publicações de contas que os usuários não seguem. A mudança no feed foi revelada por Mark Zuckerberg, CEO da Meta, controladora das redes sociais, durante teleconferência de resultados do segundo trimestre da empresa , na quarta-feira (27).

Zuckerberg afirmou que as publicações recomendadas vão dobrar até o final de 2023, tanto no Instagram quando no Facebook. No Facebook, esse tipo de conteúdo já representa 15% do feed, de acordo com o executivo, número que é ainda maior no Instagram.

“Como a inteligência artificial encontra conteúdo adicional que as pessoas acham interessante, isso aumenta o engajamento e a qualidade de nossos feeds”, afirmou Zuckerberg, que disse que o algoritmo vai recomendar não apenas vídeos, mas também fotos e links, o que seria uma estratégia “única”. “Não acho que as pessoas vão querer ficar restritas a um formato”, disse.

A fala de Zuckerberg faz referência ao TikTok. As mudanças no Facebook e no Instagram estão sendo realizada justamente porque a plataforma concorrente tem feito muito sucesso, roubando usuários das redes sociais da Meta. O TikTok é conhecido por um algoritmo que traz muitos conteúdos recomendados, acertando nas escolhas.

Caminho contrário

A última grande mudança no algoritmo do Facebook foi em 2018. Na ocasião, porém, o objetivo era o contrário: exibir mais publicações de amigos, familiares e pessoas que o usuário escolhe seguir e interagir.

Na ocasião, Zuckeberg citou um estudo interno para afirmar que o engajamento poderia cair, mas que a companhia estava prezando o bem-estar digital dos usuários. “A pesquisa mostra que, quando usamos as mídias sociais para nos conectarmos com as pessoas de quem gostamos, isso pode ser bom para o nosso bem-estar. Por outro lado, ler passivamente artigos ou assistir a vídeos – mesmo que sejam divertidos ou informativos – pode não ser tão bom”, disse ele, na época.

Agora, em meio a uma crise financeira, a empresa segue o caminho contrário, priorizando o engajamento dos usuários. Como argumento, Zuckerberg alegou que as pessoas não estão mais interagindo com amigos nos feeds, mas sim por mensagens diretas.

“Uma tendência social que estamos vendo é que, em vez de as pessoas apenas interagirem em comentários em feeds, a maioria das pessoas encontra conteúdo interessante em seus feeds e depois envia esse conteúdo para amigos e interage lá”, disse, nesta quarta.

Fonte: IG TECNOLOGIA

Comente abaixo:

COMPARTILHE

FAMOSOS

Últimas Notícias