NOVA XAVANTINA

Em 1ª audiência, Twitter e Musk discutem prazo do julgamento

COMPARTILHE

Elon Musk quer que julgamento fique para 2023
Steve Jurvetson/Flickr

Elon Musk quer que julgamento fique para 2023

Nesta terça-feira (19),  aconteceu a primeira audiência da batalha judicial entre Twitter e Elon Musk  em um tribunal de Wilmington, Delaware, nos Estados Unidos. Os advogados de ambas as partes debateram sobre os prazos para o julgamento do processo. As informações são do The Washington Post.

Segundo os advogados do Twitter, o caso é simples e pode ser resolvido rapidamente. Para a empresa, Musk quebrou o acordo sem motivos, já que as cláusulas não mencionavam a quantidade de bots de spam – motivo usado pelo bilionário -, portanto a questão é insignificante.

“O que temos aqui é um comprador que procura conjurar uma rampa de saída para um negócio que não tem uma”, disse Bill Savitt, principal advogado do Twitter no caso, durante a audiência.

“Sinceramente, esperamos que Musk queira adiar este julgamento por tempo suficiente para nunca enfrentar um acerto de contas”, afirmou Savitt. “Musk deixou bem claro: ele não pretende cumprir nenhuma de suas promessas”.

Do outro lado, os representantes de Musk disseram que a empresa feriu a cláusula de “direitos de informação” do contrato ao não fornecer o número exato de bots de spam presentes na plataforma.

De acordo com o Twitter, menos de 5% das contas na plataforma são contas automatizadas de spam. Musk desconfiou deste número e pediu dados da rede social para conferir a informação, que foram repassados a ele. O bilionário, porém, alegou que os dados eram falhos e usou este argumento como motivo para cancelar a negociação de compra da empresa.

“Nós nunca recebemos nada além de ofuscação, generalidades e desculpas”, disse o advogado de Musk, Andrew Rossman, afirmando que o Twitter sabotou propositalmente as informações fornecidas. Para o advogado da empresa, a companhia sempre deixou claro que o valor de menos de 5% não passava de uma estimativa. “O Twitter nunca fez tal representação”, afirmou.

Para a defesa de Musk, toda a documentação a respeito do número de bots de spam deve ser analisada durante o processo e, por isso, o julgamento deveria ocorrer apenas depois de fevereiro de 2023. Já o Twitter acredita que o processo é simples e deveria ser acelerado, já que a empresa se prejudica financeiramente das incertezas impostas pelo entrave na negociação.

Fonte: IG TECNOLOGIA

Comente abaixo:

COMPARTILHE

FAMOSOS

Últimas Notícias