NOVA XAVANTINA

Furacão ganha do Bahia e está classificado.

COMPARTILHE

Com muita emoção! Mais uma vez, o Athletico buscou a reviravolta para garantir a classificação. Nesta terça-feira (12), o Furacão superou um início ruim e buscou a virada sobre o Bahia, para avançar às quartas de final da Copa do Brasil.

Com duas assistências de David Terans, Erick e Rômulo marcaram, já no terço final do segundo tempo, os gols do triunfo por 2 a 1. Mesmo placar do jogo da ida, em Salvador, fechando o confronto com 4 a 2 para o Rubro-Negro no placar agregado.

Segue o Athletico na luta pelos troféus, nas três principais competições da temporada!

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

O Furacão teve uma chance logo no início do jogo. Khellven bateu de fora da área, Canobbio tentou desviar de calcanhar e a bola saiu por cima do gol.

Mas o Bahia deu a resposta e conseguiu marcar logo em sua primeira investida. Aos 4′, após cobrança de escanteio, Davó aproveitou a sobra, mandou uma meia bicicleta, e acertou no ângulo, fora do alcance de Bento.

Na frente no placar, com um resultado que levaria a disputa para os pênaltis, o Bahia se fechou. Com uma linha de cinco jogadores próximos à área, o time visitante barrava as investidas do Furacão, que encontrava muita dificuldade para criar oportunidades.

As melhores chances aconteceram em finalizações de Canobbio, Erick, Terans e Pablo, mas levar muito perigo ao arco defendido por Danilo Fernandes.

O Athletico voltou do intervalo com mudanças na defesa e no ataque. Matheus Felipe substituiu Pedro Henrique e Tomás Cuello entrou no lugar de Pedro Rocha. E a entrada do atacante argentino deu mais movimentação à linha de frente.

O Rubro-Negro chegou com duas vezes com Erick, uma vez com Terans. E dos pés dessa dupla, saiu o gol de empate. Aos 32′, em um escanteio pelo lado esquerdo, Terans bateu aberto, à meia altura. Erick desviou de primeira e a bola entrou no cantinho!

O empate dava a classificação ao Furacão. O Bahia não tinha alternativa a não ser se lançar ao ataque. E ao ir para cima, deu espaço para o contra-ataque. Aos 48′, Cuello deixou Terans livre de marcação. O camisa 20 avançou, entrou na área e não foi fominha. Cara a cara com o goleiro, rolou para Rômulo, que mandou na gaveta!

Explosão no Caldeirão! Mais uma classificação garantida!

Ficha técnica: Athletico Paranaense 2×1 Bahia
Copa do Brasil 2022: Oitavas de final – Jogo de volta
Data: 12/07/2022
Horário: 20h30
Local: Estádio Joaquim Américo

Público pagante: 25.486
Público total: 26.324
Renda: R$ 581.140,00

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE)
Quarto árbitro: Leonardo Ferreira Lima (PR)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Athletico Paranaense: Bento; Khellven, Pedro Henrique (Matheus Felipe, no intervalo), Nico Hernández e Abner (Pedrinho, aos 34′ do 2º tempo); Erick, Hugo Moura e David Terans; Canobbio (Rômulo, aos 15′ do 2º tempo), Pablo (Matheus Fernandes, aos 42′ do 2º tempo) e Pedro Rocha (Tomás Cuello, no intervalo)
Técnico: Luiz Felipe Scolari
Gols: Erick, aos 32′, e Rômulo, aos 48′ do 2º tempo
Cartão amarelo: Pablo

Bahia: Danilo Fernandes; André (Douglas Borel, aos 15′ do 2º tempo), Ignácio, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Gabriel Xavier (Zé Vitor, aos 27′ do 2º tempo), Patrick, Mugni e Daniel (Rodallega, aos 36′ do 2º tempo); Raí (Jacaré, aos 15′ do 2º tempo) e Davó (Marcelo Ryan, aos 27′ do 2º tempo)
Técnico: Enderson Moreira
Gol: Davó, aos 4′ do primeiro tempo
Cartões amarelos: Gabriel Xavier e Jacaré

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

fonte: https://www.athletico.com.br/resumo_do_jogo/reacao-virada-e-classificacao/

Fonte: Agência Esporte

Comente abaixo:

COMPARTILHE

FAMOSOS

Últimas Notícias