NOVA XAVANTINA

Microsoft anuncia fim de reconhecimento facial que rastreia emoções

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

source
Microsoft cancelou funcionalidade de inteligência artificial
Unsplash/Jenny Ueberberg

Microsoft cancelou funcionalidade de inteligência artificial

A Microsoft anunciou nesta terça-feira (21) que está retirando de sua inteligência artificial de reconhecimento facial a capacidade de rastrear as emoções dos usuários, entre outras características. Segundo a empresa, isso acontece por questões relacionadas à privacidade e à possibilidade da tecnologia reproduzir estereótipos.

“Retiraremos os recursos de análise facial que pretendem inferir estados emocionais e atributos de identidade, como sexo, idade, sorriso, barba, cabelo e maquiagem”, anunciou Sarah Bird, gerente de produto do Azure AI, da Microsoft.

“No caso da classificação de emoções especificamente, esses esforços levantaram questões importantes sobre privacidade, a falta de consenso sobre uma definição de ‘emoções’ e a incapacidade de generalizar a ligação entre expressão facial e estado emocional em casos de uso, regiões e dados demográficos. O acesso da API a recursos que preveem atributos confidenciais também abre uma ampla gama de maneiras de uso indevido, incluindo submeter pessoas a estereótipos, discriminação ou negação injusta de serviços”, justificou.

A Microsoft afirma que novos clientes não poderão ter acesso ao “sistema de uso geral na Face API que pretende inferir estados emocionais, sexo, idade, sorriso, barba, cabelo e maquiagem” a partir desta terça. Já para clientes antigos, a descontinuação deverá ocorrer até 30 de junho de 2023.

O anúncio da Microsoft vem em um momento de crescente preocupação a respeito dos sistemas de reconhecimento facial, que podem invadir a privacidade das pessoas.

Comente abaixo:

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

FAMOSOS

Últimas Notícias