NOVA XAVANTINA

Projeto de educação ambiental é debatido em reunião de conselheiros do Parque Estadual Águas e Cabeceiras do Rio Cuiabá

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Parque Estadual Águas do Cuiabá e APA Cabeceiras do Rio Cuiabá, por meio de reunião virtual do Conselho Consultivo, entregou o certificado de posse dos novos conselheiros das Unidades de Conservação Estadual. Foram certificados representantes da Câmara Municipal de Rosário Oeste, Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, Associação dos Moradores e Produtores Rurais do distrito de Marzagão e Votorantim Cimentos SA. O encontro online foi nesta terça-feira (07.06). 

Na reunião também foi discutido o Projeto Político Pedagógico (PPP) de Educação Ambiental. Foram relatadas as ações já realizadas, como rodas de conversas e cursos de formação, além também projetos futuros, como palestras virtuais e encontro presencial com o conselho consultivo, ações diversas com outros públicos e lançamento da PPP.

Com o público em geral, o Projeto fará rodas de conversa, oficinas, produção de vídeos, seminário, mesa-redonda, aplicação de questionário e visita a comunidades e instituições.

Também estão sendo realizadas oficinas virtuais sobre educação ambiental em Unidades de Conservação, para gestores públicos, professores, lideranças locais, guias de turismo e monitores ambientais.

A reunião contou também com apresentação da superintendente de Educação Ambiental da Sema (Sema-MT), Vânia Montalvão, que falou sobre a importância do PPP de Educação Ambiental; e do secretário executivo do Comitê Estadual de Gestão do Fogo, Ten Cel BM Marco Aurélio Aires, que explicou as ações e investimentos para combate aos incêndios florestais.

PPP

O Projeto Político Pedagógico (PPP) de Educação Ambiental da Área de Proteção Ambiental (APA) Cabeceiras do Rio Cuiabá e Parque Estadual Águas do Cuiabá é o primeiro a ser implementado em Unidades de Conservação Estadual. O PPP é um instrumento de gestão e implantação de Políticas Públicas, que vai orientar a Unidade de Conservação sobre a Educação Ambiental a ser realizada.

As metas são alcançadas por meio de elementos articulados e integrados de políticas públicas, mobilização social, articulação institucional e comunitária, pesquisa, formação, planejamento, monitoramento, avalição e construção coletiva.

Unidades de Conservação

As Unidades de Conservação estaduais são coordenadas pela Sema, por meio da Coordenadoria de Unidades de Conservação (CUCO).

Parque Estadual Águas de Cuiabá – Localizado entre Nobres (83,2%) e Rosário Oeste (16,8%) tem o objetivo proteger os recursos hídricos, viabilizar a movimentação das espécies da fauna, preservar ecossistemas, oportunizar o uso púbico controlado (visitação), educação e pesquisa.

Área de Proteção Ambiental Cabeceiras do Rio Cuiabá – Abrange os municípios de Rosário Oeste, Nobres, Nova Brasilândia, Planalto da Serra, Nova Mutum e Santa Rita do Trivelato. Tem como meta proteger animais silvestres, cerrado, floresta e recursos hídricos, melhorar qualidade de vida das populações, fomentar o turismo ecológico, a educação ambiental e preservar as culturas e tradições locais. 

Fonte: GOV MT

Comente abaixo:

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

FAMOSOS

Últimas Notícias