NOVA XAVANTINA

Jovem preso suspeito de matar sogra foi assassinado por colegas na cadeia

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Policia Civil considera esclarecido o assassinato de Ronair Alves de Oliveira, de 19 anos, ele estava preso suspeito de matar a sogra. O crime aconteceu na Penitenciária da Mata Grande, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. As investigações mostram que ele foi assassinado por dois colegas de cela. No começo, acreditava-se que Ronair se matou. No entanto, a hipótese foi descartada durante as investigações.

Ronair foi encontrado morto no dia 11 de maio. De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT), ele foi encontrado pelos agentes com um lençol amarrado no pescoço. Segundo a polícia, os suspeitos de 19 e de 23 anos, confessaram ter levado a vítima até o banheiro da cela e lá mataram o homem asfixiado.

Os mandados de prisão preventiva já foram cumpridos contra os autores do crime até que as investigações sejam concluídas. Eles foram indiciados por homicídio triplamente qualificado.

Entenda o caso

Ronair Alves de Oliveira, de 19 anos, era o principal suspeito de matar a sogra a tiros em um bar de Poxoréu, a 259 km de Cuiabá, no dia 8 de maio, Dia das Mães. Em 11 de maio ele foi encontrado morto dentro de um banheiro da Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa, mais conhecida como Mata Grande, em Rondonópolis. Ronair foi apontado como autor da morte de Luzia Aparecida Fernandes, de 34 anos. Ele era genro da vítima e após o crime fugiu para uma fazenda, onde foi localizado horas depois.

A dona da fazenda disse à Polícia Militar que o suspeito estava no sofá da sala dormindo e que chegou falando que tinha brigado com a namorada e pediu para dormir.

De acordo com a PM, Ronair não tinha antecedentes criminais.

Comente abaixo:

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

FAMOSOS

Últimas Notícias