NOVA XAVANTINA

Palmeiras vence o Santos na Vila por 1 a 0

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Palmeiras visitou a equipe do Santos na Vila Belmiro, na tarde deste domingo (29), pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro 2022 e, pelo placar de 1 a 0, o Alviverde saiu vitorioso com gol de Gustavo Gómez aos 34 do segundo tempo, de cabeça, após cobrança de escanteio de Scarpa. Com o resultado, o Verdão chegou ao seu 14° duelo seguido de invencibilidade, sendo a sexta vitória seguida.

Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

Com isso, o Verdão foi a 15 pontos na tabela e terminou a sua participação na rodada ocupando a liderança – o Corinthians é a única equipe que pode concluir de fato a rodada como líder caso vença – o Alvinegro recebe o América-MG na Neo Química Arena às 18h de hoje.

Esta série de 14 jogos invictos (11 vitórias e três empates), aliás, já é a maior série do time sem reveses emplacada nesta temporada, tendo superado uma de 12 partidas sem perder entre fevereiro e março. Este número já representa, também, a maior série invicta da Era Abel Ferreira no Verdão, sendo 12 destes 14 jogos seguidos sem perder com o comandante português, que, suspenso, não dirigiu o time hoje (a equipe foi comandada por João Martins, bem como no primeiro jogo dessa série invicta, contra o Independiente Petrolero-BOL – goleada por 8 a 1 pela Libertadores no Allianz Parque).

E nesta sequência de 14 jogos seguidos sem perder, os últimos seis duelos terminaram todos com vitória – esse também já é o recorde triunfos em sequência neste ano. A série vencedora registra os seguintes jogos: em 11/5/2022, contra a Juazeirense-BA, por 2×1, em Londrina PR, pela Copa do Brasil (visitante); em 14/5/2022, contra o Bragantino, por 2×0, em São Paulo, pelo Brasileirão (mandante); em 18/5/2022, contra o Emelec-EQU, por 1×0, em São Paulo, pela Libertadores (mandante); em 21/5/2022, contra o Juventude, por 3×0, em Caxias do Sul (RS), pelo Brasileirão (visitante); em 24/5/2022, contra o Deportivo Táchira-VEN, por 4×1, em São Paulo, pela Libertadores (mandante); e na tarde deste 29/5/2022, contra o Santos, por 1×0, em São Paulo, pelo Brasileirão (visitante).

Aliás, este foi o 25° clássico na Era Abel Ferreira. Ou seja: desde que o português assumiu o comando do Verdão, incluindo duas partidas dirigidas pelo seu auxiliar João Martins (o primeiro clássico da Era Abel, empate por 2 a 2 contra o Santos na Vila Belmiro pelo Brasileiro de 2020, e outro jogo contra o Santos, vitória por 3 a 2 pelo Brasileiro de 2021), são, ao todo, 25 jogos, 13 vitórias, 7 empates, 5 derrotas, 39 gols marcados e 22 gols sofridos.

Ao todo, a Era Abel Ferreira contabiliza 141 jogos, com 81 vitórias, 30 empates, 30 derrotas, 238 gols marcados e 115 gols sofridos. Destes, 125 jogos foram sob o comando do próprio Abel Ferreira (72 vitórias, 24 empates e 29 derrotas), 14 jogos por João Martins, que comandou o Verdão no duelo contra o Peixe nesta tarde (9 vitórias e 5 empates) e dois jogos sob o comando de Vítor Castanheira (um empate e uma derrota).

João Martins, que hoje dirigiu o time, aliás, tem uma curiosidade a seu respeito. Das 14 vezes em que comandou o Verdão em casos de impossibilidade de Abel Ferreira (por suspensão ou Covid-19), ele nunca perdeu: somou agora 9 vitórias e 5 empates. Nesse retrospecto, dirigiu a equipe com o duelo desta tarde em seu terceiro clássico: curiosamente, todos contra o Santos! Antes do duelo de hoje, o primeiro havia sido justamente o primeiro clássico da Era Abel, empate por 2 a 2 contra o Santos na Vila Belmiro pelo Brasileiro de 2020; e o outro foi uma vitória por 3 a 2 pelo Brasileiro de 2021.

Como visitante, inclusive, o Maior Campeão do Brasil ampliou sua invencibilidade para oito jogos. Desde a última vez em que foi superado fora de seus domínios, pelo São Paulo, no Morumbi, em 30 de março, pelo jogo de ida da final do Campeonato Paulista de 2022, por 3 a 1 (no jogo de volta, iria reverter o placar por 4 a 0 e sagrar-se campeão em casa), o Verdão não sabe mais o que é ser derrotado fora de casa. Desde então, foram oito jogos disputados como visitante já com o de hoje, com seis vitórias e dois empates.

A sequência invicta atual fora de casa registra as seguintes partidas: Deportivo Táchira-VEN (4×0, pela Libertadores), Goiás (1×1, pelo Brasileiro), Flamengo (0x0, pelo Brasileiro), Emelec-EQU (3×1, pela Libertadores), Ind. Petrolero-BOL (5×0, pela Libertadores), Juazeirense-BA (2×1, pela Copa do Brasil), Juventude (3×0, pelo Brasileiro) e Santos (1×0, pelo Brasileiro). Portanto, dentro desta série de oito jogos invictos no cenário visitante, é possível notar que os últimos cinco jogos terminaram todos com vitória palmeirense.

Aliás, não fosse aquele revés para o São Paulo no Morumbi, pelo Paulista, o Alviverde poderia estar há 18 partidas invictas como visitante, pois vinha de nove jogos invictos fora de casa até aquele duelo (quatro vitórias e cinco empates). Ou seja: perdeu só um fora de seus domínios dos últimos 18 jogos.

Além disso, o Alviverde ampliou ainda o seu retrospecto como a equipe participante do Brasileirão 2022 com a maior série invicta na edição atual. Após o revés na primeira rodada (contra o Ceará), o Verdão ganhou ou empatou todos os seus seis compromissos seguintes, ostentando, portanto, série atual de sete jogos invictos. Com isso, a série do Verdão já é maior na atual edição, tendo em vista que todas as outras equipes que compõem a tabela sofreram pelo menos uma derrota a partir da segunda rodada.

E contra o Santos, especificamente, o Palmeiras chegou ao seu nono jogo de invencibilidade. Desde que se iniciou a temporada 2020, por qualquer competição, o Palmeiras não perde para o Santos. Desde então, foram oito jogos disputados (sete vitórias do Verdão e dois empates, com 15 gols marcados no período contra sete sofridos).

Além do nono jogo seguido invicto contra o Peixe, o Verdão chegou também ao histórico centésimo gol diante do adversário da vez pelo Brasileirão, pois, antes de entrar em campo na Vila para enfrentar o Santos, o Alviverde acumulava 99 gols  sobre o rival em jogos de Campeonato Brasileiro. Ao marcar com Gómez, chegou ao seu centésimo, contra 105 que sofreu em 78 jogos pelo Nacional (dos quais venceu 24, empatou 26 e perdeu 28).

Na temporada 2020, foram quatro jogos, com dois empates (0 a 0 pelo Paulista e 2 a 2 pelo returno do Brasileiro) e duas vitórias (2 a 1 pelo primeiro turno do Brasileiro, no Morumbi, e 1 a 0 pela final da Libertadores, no Maracanã – Palmeiras campeão).

Pela temporada passada, o Alviverde obteve 100% de aproveitamento contra o Peixe: venceu os três jogos disputados, um pelo Paulista (3 a 2) e outro pelo primeiro turno do Brasileiro (outro 3 a 2), ambos no Allianz Parque; e mais um na Vila Belmiro, pelo returno do Nacional (2 a 0).

Já na temporada atual, as equipes se enfrentaram duas vezes: hoje, pelo Brasileiro, na Vila (vitória alviverde por 1 a 0) e anteriormente pelo Paulistão, no Allianz Parque, quando o Palmeiras venceu por 1 a 0, com gol de Raphael Veiga.

Vale rememorar que o Palmeiras havia vencido da última vez em que esteve na Vila Belmiro. Antes do jogo desta tarde, o último duelo entre as equipes na Vila Belmiro terminou com vitória do Verdão por 2 a 0. O jogo foi válido pelo segundo turno do Brasileirão 2021, e os gols foram marcados por Rony e Raphael Veiga. E ainda um clássico anterior na Vila, pelo returno do Brasileiro de 2020, houve empate por 2 a 2 (gols de Raphael Veiga e Willian) – João Martins dirigiu a equipe naquele dia. Desta forma, o Alviverde atingiu hoje três partidas invictas no local, com um empate e duas vitórias e sequência.

Na Vila Belmiro, o Palmeiras possui retrospecto equilibrado contra o Santos na própria casa do adversário. No local, em toda a história (por qualquer competição), foram 45 vitórias palmeirenses contra 47 triunfos santistas, além de outros 20 empates em 112 jogos. O Verdão ainda leva a melhor no saldo de gols: marcou 183 vezes e sofreu 175 gols.

Já considerando o desempenho do Verdão na Vila Belmiro contra qualquer adversário (nesta caso, além do próprio Santos, somando jogos disputados contra equipes como Portuguesa Santista, Jabaquara, Clube Atlético Santista e Brasil de Santos, dentre outras), o Alviverde possui retrospecto favorável no local: foram 127 jogos, com 56 vitórias, 23 empates, 48 derrotas, 224 gols marcados e 193 gols sofridos.

O JOGO

O primeiro tempo foi equilibrado. As duas equipes chegavam poucas vezes mas, nas oportunidades em que os donos da casa criavam, vinham com mais perigo.

Pode-se dizer que este foi um duelo marcado por reviravoltas, já que no final da primeira etapa, o Peixe chegou a comemorar um gol, que depois foi invalidado pelo VAR devido à claríssima falta em Zé Rafael, do Verdão, na origem do lance do gol.

Depois, no segundo tempo, o Alviverde teve um pênalti claro marcado em cima de Marcos Rocha e, para a cobrança, partiu Raphael Veiga, que jamais havia perdido uma penalidade pelo Verdão desde que chegou ao clube. O camisa 23 bateu muito bem, mas acertou a trave.

Quando o resultado parecia se encaminhar para o 0 a 0, em uma cobrança de escanteio de Gustavo Scarpa – a exemplo da origem de incontáveis gols do Verdão que assim nasceram -, o zagueiro Gustavo Gómez subiu mais alto que a zaga e, de cabeça, e fez o gol da vitória, aos 34 do segundo tempo. (Santos 0x1 Palmeiras)

ASPECTOS INDIVIDUAIS

Com a assistência, Gustavo Scarpa igualou Raphael Veiga como o principal garçom do time na temporada, cada um com seis passes a gol. Essa, aliás, foi o 45° passe para gol do meia com a nossa camisa, sendo o segundo maior garçom do atual elenco, atrás dó de Dudu, com 85.

E com o gol, o paraguaio Gustavo Gómez igualou Bianco, autor do primeiro gol da história do Palestra, no Top 5 dos zagueiros artilheiros do clube com 20 bolas na rede, de quebra, alcançando o Top 3 dos estrangeiros com mais gols pelo Palmeiras na era dos pontos corridos do Brasileirão (com 10), ao lado do colombiano Borja, ambos atrás só do argentino Barcos (14) e do chileno Valdivia (15).

Nesta partida ainda, o atacante Dudu, que fez seu jogo de número 363 pelo Verdão, entrou em campo pelo seu 183° jogo pelo Brasileirão, sendo que, destes, chegou à sua 100ª vitória apenas pela competição nacional.

Com essas cem vitórias por Brasileiros, em um comparativo com a história alviverde, ele já é o teceiro que mais vezes saiu vitorioso, tendo igualado nesta tarde o também chamado Dudu (volante dos anos 60 e 70 e um dos maiores ídolos da história do clube, com mais de 600 jogos pelo Verdão).

Dudu (Eduardo Pereira Rodrigues) e Dudu (Olegário Toloi de Oliveira), ambos com cem vitórias pelo Alviverde em jogos de Brasileiro, só ficam atras neste quesito de Ademir da Guia (que venceu 109 vezes pelo Brasileiro) e Emerson Leão (líder no quesito, com 112 vitórias).

LOMBA FECHA O GOL

Com o goleiro Weverton em Seul (Coréia do Sul) para a disputa de amistosos preparatórios para a Copa do Mundo de 2022, nos próximos meses – assim como o volante Danilo -, o goleiro titular da partida foi Marcelo Lomba.

Lomba fez pelo menos três grandes defesas, tendo sido de suma importância para os preciosos três pontos conquistados pelo Maior Campeão do Brasil fora de casa. Aliás, Lomba chegou à sua nona partida pelo Verdão, sendo que em cinco delas (ou seja, mais da metade), não sofreu gol!

As primeiras sete partidas de Lomba foram pelo Brasileirão; a oitava pela Copa do Brasil, contra a Juazeirense (2 a 1); e hoje fez seu primeiro duelo pelo Brasileirão com a camisa do clube.

OUTROS TRUNFOS EM DECORRÊNCIA DO DUELO

Com o resultado, o Verdão fez com que o Peixe conhecesse a sua primeira derrota do Brasileirão 2022 e, ainda, quebrou a série invicta do Alvinegro Praiano, que vinha sem perder há alguns jogos em sua casa: nove duelos invictos na Vila Belmiro (desde fevereiro de 2022, acumulando, desde então, sete vitórias e dois empates, com 22 gols a favor e nove gols sofridos). O Peixe, inclusive, havia feito gols em todas essas nove partidas de sua série invicta em casa (tabu este também quebrado pelo Verdão nesta tarde).

fonte: https://www.palmeiras.com.br/noticias/verdao-emplaca-6a-vitoria-em-serie-ao-superar-peixe-na-vila-pelo-brasileirao/

Comente abaixo:

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

FAMOSOS

Últimas Notícias