NOVA XAVANTINA

Seminário apresenta políticas para fortalecimento da relação entre comunidade e forças de segurança

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

Para o fortalecimento do elo entre comunidade e forças de segurança, para enfrentar as ações criminosas, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) promoveu nesta quarta-feira (25.05), em Cuiabá, o primeiro Seminário Internacional de Polícia Comunitária de Mato Grosso.  O evento contou com a participação da Agência Nacional de Cooperação do Japão (Jica) e da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Governo Federal.

Aproximadamente 300 pessoas, entre autoridades e representantes envolvidos com as políticas de policiamento comunitário de todo o estado, participaram do evento. Conheceram as ideias de políticas comunitárias japonesas para implementação no plano da Polícia Comunitária de Mato Grosso.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, participou do seminário e destacou que, com o apoio da comunidade, o enfrentamento à criminalidade tem melhores resultados. “Muitas vezes, a problemática da violência está relacionada à falta de confiança da população nas forças de segurança. Quando se ganha confiança, a comunidade passa a socializar seus problemas e sua segurança é preservada”.  

 “A Polícia Comunitária tem o papel de aproximar a população da polícia. Neste seminário, trouxemos boas práticas de outros estados do Brasil, que apresentaram redução da criminalidade, e do Japão, onde o sistema funciona muito bem, para implementação em Mato Grosso”, detalhou Bustamante.

O coordenador Estadual de Polícia Comunitária, tenente-coronel PM Sebastião Carlos Rodrigues da Silva, lembrou que a atual gestão está empenhada na aproximação das forças de segurança com a comunidade e, para isso, está investindo na melhoria da qualidade dos serviços prestados à população.

“O cônsul deixou bem claro, que mesmo a polícia japonesa sendo referência em segurança, eles não estão totalmente satisfeitos com os serviços prestados. Isso mostra que temos de melhorar sempre, buscar serviços de melhor qualidade para os cidadãos, através do serviço prestado pelas forças de segurança, em especial a Polícia Militar”, elencou.

Para isso, o evento teve a participação de Yoshiyuki Nakatami, policial japonês que está no Brasil como Cônsul de Segurança Pública do Consulado do Japão em São Paulo. Ele apresentou, aos participantes, o Sistema Koban, um método que fortaleceu as políticas de segurança comunitária do país e ainda aproximou os japoneses das forças de segurança.    

Nakatami destacou que, para que ocorra o fortalecimento da relação entre comunidade e forças de segurança, em primeiro lugar deve haver interesse de ambas as partes. “Para o pleno funcionamento, não só o Estado deve tentar se aproximar da população, mas a comunidade também deve estar aberta para receber os policiais”, explicou Yoshiyuki Nakatami.

Em sua apresentação, o palestrante, trouxe detalhes da aplicação do Sistema Koban, forma de relacionamento e os serviços prestados à comunidade japonesa, que, aqui no Brasil, as mesmas políticas são aplicadas pela Polícia Comunitária.

O encontro é uma realização da Secretaria de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Coordenadoria de Polícia Comunitária (CPC), juntamente com a Federação dos Conselhos de Segurança (Feconseg), Assembleia Legislativa e está direcionado à líderes comunitários, membros das forças de segurança e conselheiros de segurança de todo estado.

Durante a tarde, os participantes acompanharam uma palestra sobre políticas de segurança pública, com o Major PM, de Tocantins, Gleidison Antônio de Carvalho, representante da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério de Justiça e Segurança Pública.

Fonte: GOV MT

Comente abaixo:

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

FAMOSOS

Últimas Notícias