NOVA XAVANTINA

Compra do Twitter por Elon Musk é investigada por órgão dos EUA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

source
Compra do Twitter por Elon Musk é investigada
Unsplash

Compra do Twitter por Elon Musk é investigada

A Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC) investiga e pode vetar a aquisição do Twitter pelo bilionário Elon Musk baseado na lei antitruste do país. A agência ainda pode decidir aprofundar a investigação sobre o negócio, o que deve adiar em mais de um mês sua concretização.

No entanto, de acordo com o relato de uma pessoa próxima ao acordo, dado à Bloomberg, há pouca probabilidade de a agência encontrar qualquer evidência de que a compra do Twitter por Musk seja ilegal sob a lei antitruste. A FTC se recusou a comentar as investigações, enquanto que Musk não respondeu à agência.

O órgão já estava investigando, desde o início de abril, se a aquisição inicial de Musk, de uma participação de 9% da empresa, cumpriu as exigências da lei antitruste.

Crítica do acordo, a ONG Open Markets Institute defende a interrupção do acordo, para evitar “dar a um homem já poderoso controle direto sobre uma das plataformas mais importantes do mundo para comunicações públicas e debate”. A organização também cita a preocupação com o fato de Musk ser proprietário da empresa de comunicações por satélite Starlink.

O negócio

Nesta quinta-feira (5), Elon Musk garantiu cerca de US$ 7,1 bilhões em novos compromissos de financiamento para sua proposta de aquisição de US$ 44 bilhões do Twitter. Os acordos surgem quando o bilionário da Tesla reúne capital para financiar uma das maiores aquisições da indústria de tecnologia até hoje. Os investidores mencionados no arquivo incluem a corretora de criptomoedas Binance, Brookfield, Fidelity Management & Research, Lawrence J. Ellison Revocable Trust e Qatar Holding.

O homem mais rico do mundo  chegou a um acordo em 25 de abril para adquirir o Twitter usando um plano de financiamento que alarmou alguns investidores da Tesla. Além de prometer dezenas de bilhões de dólares em suas ações da Tesla para apoiar empréstimos de margem, Musk prometeu disponibilizar cerca de US$ 21 bilhões em ações.

Não está claro quanto disso viria da venda de uma parte de sua participação na Tesla. Musk vendeu mais de US$ 8,5 bilhões em ações da Tesla para financiar o negócio. 

Comente abaixo:

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

FAMOSOS

Últimas Notícias