NOVA XAVANTINA

Secretaria de Saúde vai delimitar espaço para atendimentos particulares no antigo Hospital São Luiz

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) delimitará espaço físico exclusivo para o funcionamento dos atendimentos particulares, no antigo Hospital São Luiz, que agora funciona como um anexo do Hospital Regional de Cáceres. A ação decorre em cumprimento de decisão da 4ª Vara Cível de Cáceres, nesta semana.

O serviço público, ofertado por meio do Hospital Regional, continuará funcionando e atendendo aos usuários do SUS de toda a região.

“É importante esclarecer que o Estado não atenderá as demandas particulares e os serviços privados não serão mantidos com recurso público. O plano de saúde será 100% responsável pelos atendimentos particulares que funcionarão no prédio”, explicou a secretária de Estado de Saúde, Kelluby de Oliveira. 

A ação deverá vigorar por pelo menos seis meses, conforme decisão judicial, e a SES fará o possível para cumpri-la, tendo em vista que a resolução da situação do plano de saúde em Cáceres também é um anseio do Governo. A liminar judicial ainda determina que a Unimed indique um administrador para a nova área e um planejamento quanto à logística de atendimento das demandas particulares. 

A secretária reforçou ainda que o Governo de Mato Grosso se preocupa com a resolução do problema desde que tomou ciência da situação dos serviços prestados via plano de saúde no antigo Hospital São Luiz.

“A liminar determina que a gestão estadual estabeleça a divisão do espaço físico para que os atendimentos públicos e privados funcionem de forma independente. A SES fará tudo para cumprir essa determinação. O governador Mauro Mendes não mediu esforços para convergir os interesses dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e daqueles que fazem uso do plano de saúde em Cáceres. Torcemos para que todos os entes cooperem e que os serviços sejam devidamente prestados à população”, explicou Kelluby.

A gestora ainda esclareceu que a SES encaminhará à Justiça, nesta quinta-feira (28.04), informações detalhadas quanto à divisão do espaço físico do hospital. Contudo, é necessário que o plano de saúde também cumpra a sua parte da decisão judicial.

Fonte: GOV MT

Comente abaixo:

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

FAMOSOS

Últimas Notícias