NOVA XAVANTINA

Ipem e Decon apreendem 35 selos de requalificação irregulares em cilindros de GNV

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp


Uma equipe do Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT) e agentes da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) apreenderam 35 selos de requalificação de cilindros, em uma empresa de instalação de kits de gás natural veicular que operava irregularmente em Várzea Grande. A ação contou ainda com apoio do Corpo de Bombeiros.

Os selos do Inmetro vieram de uma empresa do Rio Grande do Norte, eles supostamente atestavam a legalidade e qualidade dos cilindros comercializados no local, entretanto, os equipamentos não haviam passado por inspeção de empresa requalificadora.

Segundo a coordenadora de avaliação e conformidade do Ipem, Marluce Fanaia, os selos estão totalmente irregulares. “Durante a operação fiscalizatória encontramos selos avulsos, uma ação que revela a má fé da empresa, já que os selos devem vir afixados nos cilindros. O que comprova a reinstalação de equipamentos fora dos padrões técnicos, colocando em risco a segurança do consumidor”, explica.

Esta é a segunda vez que a empresa várzea-grandense é autuada após denúncia, a primeira ocorreu em janeiro deste ano, quando foram apreendidos 40 cilindros irregulares.

A empresa, inclusive, estava em processo de concessão para se habilitar como convertedora de veículos para o GNV no Município. O credenciamento é feito pelo Ipem.

Além de responder a processo administrativo, o proprietário da empresa ainda poderá responder a processo criminal.

O presidente do Instituto, Bento Bezerra, alerta sobre os cuidados quanto à instalação de kits GNV.

“O consumidor deve ficar atento ao local onde vai fazer a conversão do seu veículo. É preciso procurar empresas autorizadas, pois elas passaram por todo o processo de inspeção junto ao Ipem e Inmetro que certificam a qualidade dos produtos utilizados e dos serviços oferecidos. Não procurem serviço clandestino, isso é ariscar a sua própria vida e a de terceiros”, enfatiza.

Em caso de denúncias, basta ligar no número: (65) 3624-8785.

Fonte: GOV MT

Comente abaixo:

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

FAMOSOS

Últimas Notícias