NOVA XAVANTINA

Produtores de Nova Xavantina dobram turnos para semear a soja e viabilizar segunda safra de milho

Plantio começou no dia 25 de outubro e deve seguir até o próximo dia 5 de novembro. Expectativa é superar a média de produtividade da safra passada com aumento nos investimentos pesando mais do que a irregularidade das chuvas com o La Niña

COMPARTILHE

Os trabalhos de plantio da safra de soja 2020/21 começaram no último dia 25 de outubro em Nova Xavantina no Mato Grosso. De lá para cá, os produtores estão dobrando os turnos nas fazendas para avançar rápido com a semeadura que deve ser concluída até o próximo dia 5 de novembro.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de Nova Xavantina/MT, Endrigo Dalcin, os produtores da região não arriscaram plantio sem condições e esperaram a chegada das chuvas. A janela para o desenvolvimento da soja segue sendo positiva, mas a preocupação já aparece para a segunda safra de milho em 2021.

Isso porque, o plantio da soja deveria ter sido encerrado no dia 25 de outubro para garantir a janela ideal para o milho safrinha. Agora, a produtividade do cereal no ano que vem ficará dependente do regime de chuvas durante o mês de abril de 2021.

Enquanto isso, os produtores do município já venderam entre 50% e 60% desta safra de soja com preços médios entre R$ 80,00 e R$ 85,00, menores dos que os atuais, mas ainda positivos. A expectativa agora é para aumentar a média de produtividade com relação à safra passada e aproveitar este excedente para rentabilizar nos atuais preços do grão.

FONTE: NOTÍCIAS AGRÍCOLAS

Comente abaixo:

COMPARTILHE

FAMOSOS

Últimas Notícias