NOVA XAVANTINA

Com novo horário e transporte escolar rodando 4 mil km/dia; aulas na rede municipal voltam dia 03

COMPARTILHE


Desde o último dia 15, começaram as atividades de volta às aulas no ano letivo de 2020 na rede municipal de ensino de Nova Xavantina. Em entrevista à Rádio Rezende FM e site Sintonia News na manhã desta segunda feira, 27, a Secretária Municipal de Educação e Cultura, Profª Nina, informou que as atividades começaram com a palestra proferida por profissionais do CAPS -Centro de Atendimento Psicossocial, sobre saúde mental, dentro da programação do “janeiro branco” desenvolvida em todo País.

No dia 16 aconteceram as atribuições dos professores da rede -efetivos e seletivos- e no dia 17 aconteceu a abertura do Encontro Pedagógico, que se estendeu até o dia 25, com oficinas ministradas pelo Professor Renô, de Santa Catarina, que nestes cinco dias trabalhou na capacitação dos profissionais da educação para o trabalho em 2020.

Nesta segunda feira, 27 e até o dia 29, os párocos municipais estão reunidos na Escola Monteiro Lobato, para realizarem o planejamento anual unificado, que visa manter o mesmo conteúdo de ensino em todas as escolas na rede.

MUDANÇA DE HORÁRIO

E no próximo dia 03, começam as aulas efetivamente, este ano e daqui para frente, em novo horário: das 7.30 às 11.30 e das 13.30 às 17.30 horas.

“Esta mudança vem sendo preparada desde o ano passado, devido às rotas de transporte da nossa rede, tem crianças que chegam a acordar às três horas da madrugada para poder chegar na escola às 7.00 horas. Sempre havia atrasos,e as crianças chegam com sono ainda e prejudicam o processo de aprendizado. Reunimos com os professores, com as comissões, com o Ministério Público, e com a aval de todos, passamos para entrada às 7.30 horas, pois meia hora de sono vale muito para a criança” explicou a Secretária.

A chefe da Divisão de Transporte Escolar da Secretaria, servidora Carla Beatriz, explicou que a Prefeitura de Nova Xavantina mantém 27 linhas do transporte escolar operando, sendo 20 terceirizadas e 07 da Prefeitura, estas percorrem no total, 3.900 km todos os dias nas estradas do município, para atender a demanda.

As linhas são licitadas todos os anos, há uma vitoria anual nos veículos, e o pagamento é feito por km rodado, mediante um controle de frequência mantido nas escolas.

PIAUS E VALE DA SERRA

A Secretária Nina explicou a desativação dos prédios das escolas do PA Piau e da região do Vale da Serra, cujos alunos agora são transportados para as escolas perímetro urbano, principalmente a Escola Monteiro Lobato.

Segundo ela, a portaria da Secretaria do Estado de Educação, que rege o sistema de ensino das Prefeituras, determina que para abertura de uma sala de aula é necessário um mínimo de 17 alunos por turma. No Piau por exemplo, havia 20 alunos somando do 1º ao 9º ano o mesmo acontecendo no Vale da Serra e Rancho Amigo.

O fato, além de gerar uma baixa qualidade de ensino, pois ficam todos numa mesma sala tendo que absorver conteúdos diferentes, entra em desacordo com as normas vigentes. Daí a desativação dos prédios e transporte dos alunos para o perímetro urbano. “Ninguém está fora da sala de aula” garantiu Nina.

Comente abaixo:

COMPARTILHE

FAMOSOS

Últimas Notícias