NOVA XAVANTINA

Empresário reclama de semáforo instalado em Nova Xavantina

COMPARTILHE


O empresário Edimilson Porfirio postou um vídeo nas redes sociais reclamando do tempo do semáforo instalado na Av. Rio Grande do Sul com a Mato Grosso. Para o empresário “o semanário em frente ao Banco do Brasil não da tempo para idosos e deficientes atravessar”. Além disso, o empresário disse que o semáforo foi desnecessário e devia ter gasto o dinheiro em outra "coisa".

Edimilson Porfirio disse que bastava colocar sinalização proibindo virar a esquerda nos 4 sentidos que acabaria os problemas e acidentes. “Que foi isso que o Semáforo fez, e as faixas, os motoristas estavam respeitando mais que o semáforo hoje em dia.”, reclamou.

No mesmo post o produtor rural Rosalino Mocelin disse que quem não respeita semáforos, não respeita placas. “Mas se não respeitam o semáforo vão respeitar placas? Seria mais inteligente nós em vez de ficarmos aqui criticando… o mais correto seria pedir ao poder público solicitar a Polícia Militar ficar pelo menos uma semana no local orientando quem ainda não entende o que significa um sinal eletrônico. Acredito que essa seria a melhor solução. Primeiro educar; se não respeitar, multar; pois, só quando pesa no bolso que o brasileiro passa a respeitar.”, comentou.

Para o analista financeiro Joao Tiago Chugues Borges, toda inclusão de tecnologia na comunidade, leva uma certa adaptação e ajustes. “Veio na hora certa esses semáforos. Com o semáforo teremos uma reeducação no trânsito e mais cordialidade dos motoristas e compreensão e atenção redobrada com os pedestres.”, salientou.

O empresário Deyvid Negreiro lembrou que naquele local estava precisando de uma sinalização mais rigorosa. “Os motoristas não estavam respeitando as sinalizações das placas, no meu ponto de vista falta implantar uma botoeira, pois ajudará tanto o pedestre quanto o motorista que as vezes fica aguardando o sinal sem nenhum pedestre para atravessar, é só criar 2 ciclos e pronto.”, sugeriu.

O prefeito de Nova Xavantina, João Batista Vaz – Cebola, comentou que fez contato com a empresa responsável ainda na quinta-feira (18/10) para buscar um esclarecimento.

“Fui informado de que é possível sim modificar aumentando o tempo para o pedestre; todavia, ficando todos cientes de que, aumentando o tempo (verde) para o pedestre, aumenta também o tempo (vermelho) para os veículos, daí, a reclamação, provavelmente deverá vir do lado dos motoristas.”, observou.

Cebola disse que nos próximos dias irá tentar modificar para ver se melhora e mandou um recado para as pessoas intolerantes. “Quanto aos comentários maldosos/ignorantes de alguns neste ‘post’, prefiro não me manifestar. Penso que é melhor errar pela ação do que pela omissão. Estamos trabalhando e continuaremos trabalhando, ainda que uma meia dúzia ainda torcem pela velha política de ‘quanto pior, melhor’.”, finalizou.

Comente abaixo:

COMPARTILHE

FAMOSOS

Últimas Notícias