NOVA XAVANTINA

Coordenador de festivais de pesca na região ensina os segredos para uma boa pescaria

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp


Pescador profissional, vencedor de todos os festivais que participou e amante de uma boa pescaria, o empresário Roberto dos Santos Silva, o Beto da Loja Garça e Pesca -a mais antiga e tradicional loja do setor no município- se prepara para a coordenar mais um festival de pesca em Nova Xavantina, que será dia 22 de julho próximo, dentro da temporada de praia/2018, e em Novo São Joaquim, que acontece todos os anos no mês de setembro.

Polêmico, em Nova Xavantina corre a lenda de supostos "truques" de Beto para ficar sempre em primeiro lugar nas competições, truques estes nunca comprovados, mas que alimentaram discussões acaloradas todos os anos,  até a administração municipal -ainda na gestão do ex-prefeito Gercino Caetano Rosa- alçá-lo ao posto de coordenador dos festivais, retirando-o da disputa e acabando  com as polêmicas.

Nesta condição, de coordenador do festival que é inserido no calendário dos festivais de pesca do Estado, Beto parte para a sua quarta realização em 2018 em Nova Xavantina, e nona em Novo São Joaquim, que acontece no vilarejo da Cachoeira da Fumaça, ambos os municípios banhados pelo Rio das Mortes. 

SEGREDOS

Falando ao site  NX1 e programa Rezende Notícias na manhã desta quinta feira, 01, Beto deu as dicas para uma boa pescaria. Ele realçou a sua fama de bom pescador, ao afirmar que se o deixarem escolher lugar para apoitar (ancorar o barco), continuará vencendo todas, ele e os pescadores profissionais,  já dando ai a primeira dica de sucesso na pescaria: a escolha do lugar.

Outros fatores, segundo ele, são a linha, a isca adequada e o equipamento, além do preparo físico: "Eu estou sempre preparado para pescar, é como o futebol, se você treina e está preparado, consegue um bom resultado" disse.

ISCA E A LUA

Quanto à isca apropriada, Beto disse que depende do ponto do rio que se pretende pescar e o mês do ano: "se for um mês que está correndo lodo na beira do rio, a linha não pode ficar parada, pois o lodo encobre a isca" observa.

Outro detalhe realmente importante, que não se trata de crendice popular, segundo Beto, é a questão da lua.

"Influencia muito. O peixe de couro principalmente, tem uma lua que ele lava o bucho, ele engole os peixes com espinho então ele põe o bucho para fora pela boca, para lavar, e neste período ele fica com o útero inflamado e não consegue comer; quando ele limpa o bucho e o coloca para dentro dentro de novo, aí ele come tudo o que vê".

"Nestes períodos de limpeza do bucho o peixe também fica com o dentes moles, de forma que não conseguem morder nada" explicou.

Segundo ele, estes períodos acontecem nas luas Crescente e Minguante, de modo que as melhores luas para pescar são as luas Nova e Cheia, prinipalmente dois dias antes de cada uma.

FESTIVAL DE PESCA

Beto adiantou que pretende realizar o festival de pesca/2018 melhor do que foi o do ano passado, que segundo ele, foi considerado o melhor da história do municipio e "um dos melhores do Brasil, sem polêmicas nem as reclamações típicas do pescadores com a divulgação dos resultados".

"No dia 23 você vai vir aqui me entrevistar e vai me dar os parabéns de novo" projetou.

O festival de pesca é uma das atrações da temporada de praia, evento realizado pela Prefeitura Municipal que acontece todos os anos durante o mês de julho. "Com o apoio do prefeito Cebolal e dos parceiros, vamos realizar um grande festival de pesca" concluiu.

A temporada de pesca em Mato Grosso foi reaberta na última quinta feira, 02, dia da entrevista e do final do período da piracema, quando a pesca é proibida em todo o Brasil para os peixes desovarem.

Comente abaixo:

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

FAMOSOS

Últimas Notícias